sábado, 21 setembro 2019
Imagem topo

Terapia de Bowen eficaz contra a dor

Publicado quarta, 04 setembro 2019 13:26

A Terapia de Bowen foi desenvolvida na Austrália por Tom Bowen, na segunda metade do século passado e é considerada de uma terapia manual, muito eficaz no alívio de dores causadas pelas mais diversas patologias e distúrbios.


A Terapia de Bowen foi desenvolvida na Austrália por Tom Bowen, na segunda metade do século passado e é considerada de uma terapia manual, muito eficaz no alívio de dores causadas pelas mais diversas patologias e distúrbios.

A Terapia consiste numa determinada série de manipulações, de grande precisão anatómica, extremamente suaves, realizadas em músculos, tendões, nervos e fáscia. Considerada a mais suave e segura das terapias manuais, a Terapia de Bowen não utiliza qualquer tipo de instrumento (agulhas, cremes, pomadas ou óleos) e não são realizadas manipulações forçosas nem ajustamentos estruturais ou mecânicos.

A fáscia, também chamada de tecido conectivo ou conjuntivo, é o tecido menos estudado do corpo humano. Embora tenha sido descrito com grande precisão pela anatomia no século XIX, a sua função era praticamente desconhecida até há poucos anos, motivo pelo qual foi totalmente esquecido pela anatomia e, consequentemente, pela prática médica. Ao longo da última década, a fáscia foi alvo de vasta investigação e estudos científicos aprofundados por parte de médicos, terapeutas, investigadores e cientistas, nomeadamente por um grupo de investigadores da faculdade de medicina da Universidade de Ulm - The Fascia Reserch Group - e pela ortopedista e professora de Anatomia e Fisiologia da Faculdade de Medicina de Pádua, Carla Stecco.

Hoje sabe-se que a fáscia é um tecido altamente enervado e repleto de recetores, com um papel fundamental, existindo num contínuo em todo o corpo humano quer em camadas mais superficiais, logo abaixo da pele, quer em camadas mais profundas. A fáscia envolve os nossos músculos, tendões, nervos e órgãos internos e é também responsável pela ligação e sustentação dos nossos ossos e é fundamental na manutenção do nosso equilíbrio e bem-estar.

O conhecimento e o estudo da fáscia são de grande importância no entendimento da causa da dor e de diversas patologias. Permitindo perceber porque é que um problema no joelho ou num tornozelo pode provocar dores nas costas ou nos ombros e porque muitas vezes problemas ao nível dos dedos dos pés podem provocar dores na cervical, levando-nos a analisar o corpo humano na sua forma global. Este conhecimento transformou este tecido desconhecido, num tecido maravilhoso ao ponto de a fáscia e os fluídos que nela circulam já terem sido considerados o maior órgão do corpo humano. Através da compreensão coletiva da fáscia é possível contribuir para a melhoria dos cuidados de saúde convencionais e complementares.

A Terapia de Bowen pode ser aplicada a todas as pessoas: atletas, recém-nascidos, bebés, crianças, jovens, adultos, idosos e grávidas. Em média a Terapia de Bowen é desenvolvida em sessões de 45 minutos a 1 hora, podendo ir até 1 hora e 30 minutos. Esta terapia é aplicada com grande eficácia na dor causada por problemas e lesões esquelético-musculares, problemas de postura e dor com origem em doenças autoimunes. Além de eficaz no alívio da dor, interfere positivamente, por exemplo, em problemas de tiroide, digestivos e hormonais e no reequilíbrio geral do nosso corpo, contribuindo para o aumento do bem-estar e melhorar de forma generalizada a qualidade de vida.

Artigo de Opinião de Filipa Taipina, terapeuta de Bowen

 

logo branco

Quinzenário do concelho de Vila Nova de Cerveira. Medalha de mérito concelhio.

Estatuto Editorial do Cerveira Nova

geral@cerveiranova.pt
Telefone: +351 251 794 762

radio cultural de cerveira

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão.