quarta, 27 maio 2020
Imagem topo

Os lares não são unidades de saúde

Publicado quarta, 15 abril 2020 09:25

Como o Governo bem sabe, e já foi dito por vários Presidentes de Câmaras Municipais e Presidentes de Instituições que detêm lares, OS LARES NÃO SÃO UNIDADES DE SAÚDE E NÃO TÊM PROFISSIONAIS DE SAÚDE (1 enfermeiro para 40 utentes é muito insuficiente e as suas tarefas foram pensadas para serem simples, não com o grau de complexidade (...)


Como o Governo bem sabe, e já foi dito por vários Presidentes de Câmaras Municipais e Presidentes de Instituições que detêm lares, OS LARES NÃO SÃO UNIDADES DE SAÚDE E NÃO TÊM PROFISSIONAIS DE SAÚDE (1 enfermeiro para 40 utentes é muito insuficiente e as suas tarefas foram pensadas para serem simples, não com o grau de complexidade que uma situação destas exige).

Acresce que a miséria que o Governo paga a estes Lares não lhes permite ter condições físicas, materiais e sobretudo de Recursos Humanos, que lhes permitam sequer funcionar com dignidade, quanto mais substituírem-se a hospitais e/ou Unidades de Cuidados Continuados.

Muitos destes Lares têm falta de Recursos Humanos (fruto da má política laboral e de ensino do Governo) e defrontam-se com problemas graves de sustentabilidade, tendo por isso dívidas a fornecedores e à banca, bem como salários em atraso para com os seus trabalhadores.

Quanto à concentração de pessoas, a menos que sejam levadas para dormir na rua, não há solução pois os edifícios foram construídos de acordo com a legislação produzida pelos diferentes Governos e pela Assembleia da República.

Quanto ao desrespeitar regras de visitas a Lares, concordamos que tal não deve acontecer mas relembramos a Senhora Diretora Geral da Saúde que, em seu nome, logo no início desta crise e após a proibição de visitas a Lares, houve uma pessoa da DGS a pedir para abrir uma exceção para uma visita a uma Unidade da região de Lisboa e Vale do Tejo. Lá diz o velho ditado que “quem tem telhados de vidro’’...

Por último, e relativamente às declarações de que “cada utente de Lar fosse testado...”, relembramos o facto de não haver testes suficientes e do Governo não os fazer chegar às Instituições, nem sequer material de proteção.

Acresce que foi a ANCC que alertou a Ministra da Saúde, para não enviarem doentes de Hospitais para Lares e Unidades de Cuidados Continuados sem serem testados, apesar de aceitarem as nossas sugestões ainda hoje são enviados doentes sem serem testados.
Ou seja, a culpa desta situação é do Governo e não dos Lares.

José Bourdain
Presidente da Direção

ANCC - Associação Nacional dos Cuidados Continuados

 

logo branco

Quinzenário do concelho de Vila Nova de Cerveira. Medalha de mérito concelhio.

Estatuto Editorial do Cerveira Nova

geral@cerveiranova.pt
Telefone: +351 251 794 762

cerveirafm

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão.