segunda, 26 julho 2021
Imagem topo

Paredes de Coura garantiu o investimento mais importante e estratégico do Alto Minho

Publicado domingo, 04 julho 2021 08:58

“Temos boas contas e estamos a fazer uma gestão rigorosa do dinheiro público, sem perder a capacidade de investimento. Sabemos por onde devemos caminhar e temos uma estratégia”, defendeu Vitor Paulo Pereira na apresentação do Relatório de [...]


“Temos boas contas e estamos a fazer uma gestão rigorosa do dinheiro público, sem perder a capacidade de investimento. Sabemos por onde devemos caminhar e temos uma estratégia”, defendeu Vitor Paulo Pereira na apresentação do Relatório de Prestação de Contas do Município de Paredes de Coura, que se traduziu numa taxa de execução ao nível da receita de 89%.

Neste exercício de transparência das contas do Município, o presidente da Câmara de Paredes de Coura também esclareceu que o passivo atual e consolidado é de 5,8M€, o que representa uma diminuição de quase 1 milhão de euros. Esta tem sido uma situação recorrente desde o ano de 2014 com esta liderança autárquica: “são resultados muito positivos que evidenciam contas saudáveis, rigorosas e o reforço na consolidação do equilíbrio financeiro alcançado nos últimos anos”, sublinhou Vitor Paulo Pereira.

Cobertura total de fibra ótica

Aliás, a linha de orientação deste executivo tem tido sempre como máxima projetar um futuro melhor para os courenses, consubstanciado nas múltiplas conquistas até agora realizadas. Nestes últimos dois anos, foram conseguidos “investimentos que transformarão para sempre as nossas vidas. A nova ligação da A3 ao Parque Industrial de Formariz orçada em 9,5M€ e a Requalificação e Expansão da Zona Industrial de Formariz com o valor total de 1.8M€ permitirão a fixação de novas empresas que diversificarão o nosso tecido industrial e colocarão Paredes de Coura no grupo dos concelhos mais exportadores do norte do país”, projetou Vitor Paulo Pereira.

Sem se deter, o autarca recorda que Paredes de Coura garantiu “talvez o investimento mais importante e mais estratégico que o Alto Minho conseguiu até ao momento. Não estamos a falar apenas de uma Fábrica de Vacinas. Estamos a falar de mais outros investimentos na mesma área, que abrirão as portas a um sector que pode gerar a curto prazo outros investimentos e criar centenas  de postos de trabalho licenciado ou altamente qualificado”, reforçando que se se considerar que “cada posto de trabalho nesta área de produção de vacinas cria 4 postos de trabalho indiretos, já podemos ter uma noção deste investimento que pode chegar nos próximos  anos aos 80 milhões de euros”.

Eficiência energética e gestão inteligente da energia

Em traços gerais, o autarca sustenta que tem sido seu propósito e da vereação que o acompanha “fazer de Paredes de Coura um concelho moderno, sustentável, aberto ao mundo e que cuide e se preocupe com as pessoas”. Vitor Paulo Pereira ilustra com o facto deste território ser “o primeiro concelho do país a ter cobertura total de fibra ótica. É um investimento estratégico, porque acaba por reforçar a centralidade e a competitividade do território. Ficamos ligados ao Mundo e não podemos esquecer que a fibra é o maior canal de comunicação, de conhecimento bem como um bom instrumento para fazer negócios. É mais uma boa autoestrada que anula os constrangimentos da geografia”.

Como se não bastasse, a eficiência energética e a gestão inteligente da energia é também um dos objetivos desta gestão autárquica  e que foi atingida neste último ano, traduzido pelo investimentos 1,5 milhões de euros em tecnologia Led que substituirá 6 mil luminárias de iluminação pública: “Com este projeto, também único no nosso distrito, reduziremos a fatura energética e será possível  ter a luz ligada toda a noite. Foi um projeto complexo, um projeto que deu muito trabalho, mas está feito, poupamos dinheiro e reduzimos a emissões de CO2 para a atmosfera”, enfatizou.

Gás natural ainda este ano

Na procura de diminuir a fatura energética das famílias courenses, Vitor Paulo Pereira anunciou também que está para breve a chegada do gás natural a Paredes de Coura, cujo custo poderá refletir-se para metade: “no final de 2021 o gás natural chegará às nossas zonas industriais, bem como às primeiras casas em meados do ano seguinte. Estamos a transformar e a qualificar a nossa terra. Somos cada vez mais um território com boas infraestruturas e com bons padrões de desenvolvimento”, sublinhou o autarca,

“O futuro, já o afirmamos noutros lugares, pertence aqueles que estão dispostos a perder o equilíbrio. Equilíbrio nas contas e desequilíbrio ou ousadia na arte de pensar o desenvolvimento de Paredes de Coura. Nos tempos que correm, arriscar, ser inquieto e ousado é o que de mais sensato se pode fazer. Não há verdadeiro desenvolvimento sem decisões corajosas. Estamos dispostos a lutar e a correr riscos”, apontou Vitor Paulo Pereira, sem esquecer os tempos difíceis daqueles que sofreram mais os efeitos indesejáveis desta pandemia. “As famílias, as empresas, os comerciantes e as instituições sociais continuarão a enfrentar muitas dificuldades  e nós procuraremos ter políticas capazes de atenuar os efeitos nefastos desta crise que atravessamos”, prometeu o autarca, recordando que neste último ano “houve uma aposta no apoio às instituições de solidariedade social, humanitárias, comércio local e população  em geral, em detrimento dos apoios às entidades culturais, recreativas e desportivas, pelo cancelamento das suas atividades, na sequência das restrições impostas pela Direção-Geral da Saúde”.

Rede viária com investimentos significativos

O Município insiste em procurar ter políticas capazes de atenuar os efeitos nefastos desta crise que atravessamos, sem esquecer a valorização do território ao nível das infraestruturas. Assim, o ano de 2020 traduziu-se também pelos investimentos na rede viária das freguesias no valor superior a 1 milhão de euros, bem como na Proteção Civil e na Defesa da Floresta em quase meio milhão de euros.

Em traços gerais, Paredes de Coura continua a ser um território que cresce, que cria emprego. Uma terra de indústria, uma  terra empreendedora e que se afirma no contexto nacional pela ousadia e inovação dos seus projetos, e que também se afirma no contexto nacional pelos projetos educacionais e culturais: “o presente relatório de Prestação de Contas mostra também que apostamos  muito na formação escolar das nossas crianças e dos nossos jovens, da forma como a entendemos, inclusiva, popular e contemporânea, tradicional e cosmopolita. Investimos no ano de 2020 na educação 1,5M€. O apoio às famílias foram uma preocupação, cujos apoios se traduziram em subsídios de natalidade, apoios escolares e apoios à ajuda da manutenção do rendimento, através da concessão de vales, descontados no comércio tradicional”.

Acima de tudo, como sublinha Vítor Paulo Pereira, Paredes de Coura “procura aproveitar as oportunidades e não apenas resolver problemas. Sabemos por onde vai o futuro. Não procuramos ser modernos. Procuramos ser inovadores e assumir riscos porque não assumir riscos, no presente, é uma atitude potencialmente suicida no futuro”, concluiu.

logo branco

Quinzenário do concelho de Vila Nova de Cerveira. Medalha de mérito concelhio.

Estatuto Editorial do Cerveira Nova

geral@cerveiranova.pt
Telefone: +351 251 794 762

cerveirafm

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão.