domingo, 18 abril 2021
Imagem topo

Fundação Bienal de Arte de Cerveira distinguida com dois prémios APOM 2020

Publicado sexta, 18 dezembro 2020 02:11

Pelo segundo ano consecutivo, a Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC) voltou a ser reconhecida pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), arrecadando o Prémio Comunicação Online, através da Fundação Bienal de Arte (...)


Pelo segundo ano consecutivo, a Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC) voltou a ser reconhecida pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), arrecadando o Prémio Comunicação Online, através da Fundação Bienal de Arte Cerveira ON, e o prémio Projeto de Educação e Mediação Cultural, através do LAC-Laboratório de Aprendizagem Criativa da Fundação Bienal de Arte de Cerveira. Já na edição anterior, o Museu Bienal de Cerveira tinha sido nomeado o “Melhor Museu de 2019”.

Com o objetivo de celebrar o que de melhor se faz nos Museus de Portugal e pelos seus profissionais, a 25ª edição da Cerimónia dos Prémios APOM realizou-se a 10 de dezembro num formato online devido à pandemia COVID-19. Abrangendo 32 categorias, a edição 2020 contou com 208 candidaturas, envolvendo instituições de todo o território português, assumindo ainda uma vertente internacional, identificando a excelência de projetos de exposição e divulgação cultural de Portugal no estrangeiro.

Para o Presidente da Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC), “estas distinções de âmbito nacional corroboram o excelente trabalho que a Bienal de Cerveira, e a sua equipa, tem vindo a dinamizar em prol da cultura e das artes, elevando o epíteto de ‘Cerveira, Vila das Artes’”. Fernando Nogueira sublinha que, “apesar de todas as vicissitudes e dificuldades, a Bienal de Cerveira tem conseguido adaptar-se e reinventar-se, mostrando que está bem viva, capaz de continuar a desafiar e até antecipar o futuro”, reforçando que as duas categorias agora reconhecidas demonstram “essa vitalidade, por um lado, a maior aposta numa comunicação online com projeção internacional e, por outro lado, o contributo do papel pedagógico da FBAC na reafirmação da importância das artes na formação integral do indivíduo”.

Organizada sob as restrições provocadas pela pandemia COVID-19, a XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira – a decorrer entre 1 de agosto e 31 de dezembro - apresentou-se num formato duplo incluindo, pela primeira vez, uma edição digital, que permitiu ao público a visita virtual à bienal de arte mais antiga do país e da Península Ibérica a partir de qualquer parte do mundo. O prémio na categoria da ‘Comunicação Online’ 2020 da APOM, veio reconhecer o trabalho desenvolvido na apresentação online da coleção da FBAC, bem como de atividades museológicas, colocando o museu mais próximo dos públicos e ao mesmo tempo promover o conhecimento/divulgação do Museu.

Já o “LAC – Laboratório de Aprendizagem Criativa”, projeto reconhecido com o prémio ‘Projeto de Educação e Mediação Cultural’, consiste na dinamização de um conjunto de oficinas temáticas em curso até 2021, abrangendo cerca de 1800 jovens estudantes dos Agrupamentos de Escolas de Vila Nova de Cerveira, Melgaço e Valença. O objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de aprendizagem dos alunos, promover o sucesso escolar e reduzir a taxa de insucesso e abandono, trabalhando temas da cultura e da arte contemporânea, indo ao encontro dos programas curriculares.

De sublinhar que, na edição de 2019, entre as 200 candidaturas, o prémio de “Melhor Museu de 2019” foi atribuído ao Museu Bienal de Cerveira, uma distinção que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República. Com início em 1978, a Bienal Internacional de Arte de Cerveira dispõe de um museu da bienal com um acervo de mais de 600 obras de arte.

logo branco

Quinzenário do concelho de Vila Nova de Cerveira. Medalha de mérito concelhio.

Estatuto Editorial do Cerveira Nova

geral@cerveiranova.pt
Telefone: +351 251 794 762

cerveirafm

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades em primeira mão.